Acompanhe a Endoxon

EARLY ACCESS: VALHEIM

7.5

Compartilhe:

Valheim é um jogo sandbox e com uma temática Viking desenvolvido pela Iron Gate AB. Jogos de sobrevivência estão se tornando algo comum na indústria dos games, temos grandes nomes como Minecraft, Conan Exiles e ARK: Survival Evolved entre outros, porém Valheim vem com uma proposta diferente na sua narrativa e gameplay, levando o jogador ao seu extremo quando se trata de sobrevivência.

Meu nome é Wender Ludgero e esta é a análise sobre como Valheim me deixo louco com sua dificuldade e imersão no universo Viking, durante toda a sua gameplay.

O jogo de sobrevivência da Iron Gate é um sucesso desde seu lançamento, com uma ambientação nórdica e elementos de combate bem na pegada de "Soulslike". Acredito que você viu esses elementos em outros jogos, principalmente em Conan Exiles, a diferença é a sua temática, um produto desenvolvimento por mais de três anos, por uma equipe composta por apenas três pessoas.

O renomeado Valheim ganhou uma versão em acesso antecipado para Steam em 2 de fevereiro de 2021 e desde então fez um grande sucesso na comunidade. Uma prova disso são os dados divulgados pela própria Steam, onde um mês após o seu lançamento o jogo se mantem entre os dez mais jogados da plataforma, ocupando a sétima posição de usuários simultâneos, ate o momento desta análise.

HISTÓRIA

Dentre os jogos sandbox esse é o que eu achei a história mais interessante, mas ela não influencia na nossa gameplay.
Jogamos como um guerreiro enviado de Valhalla que foi escolhido por Odin o "Pai de todos", para enfrentar seus inimigos localizados em Valheim, daí o nome do jogo. Esta jornada não será fácil, esteja preparado para enfrentar criaturas desconhecidas, a fome, frio até mesmo a morte. Uma vez mortos esses guerreiros (players) que foram para Valheim podem voltar a vida até cumprir o seu dever como guerreiro Nórdico.

GAMEPLAY

Em Valheim existe somente um modo de jogo que é a exploração, dito isso podemos explorar sozinho ou em cooperativo, em até dez pessoas num mesmo mapa. Quem auxilia no tutorial do jogo é um corvo, onde ele vai dando dicas durante processo de aprendizado do jogador, conforme você vai liberando conquistas durante o game ele vai apresentando dicas, e a partir dessas dicas o jogador deve ser criativo para construir sua base e explorar da melhor maneira possível. Vale lembrar que nosso personagem sente algumas necessidades, uma delas que levo mais em consideração é o frio e a fome, afinal são dois fatores bem importante para manter o seu personagem vivo. Em meio de sobreviver dentro desse mundo também podemos encontrar criaturas extremante perigosas, onde podemos enfrentá-las com nossas armas criadas por nós mesmos, tendo uma sensação ótima a cada ‘’boss’’ derrotado.

Como qualquer outro sandbox, você precisa de recursos para construir a sua base, a construção dela pode ser um desafio para um jogador de primeira viagem, afinal a física do jogo é bem trabalhada nesse sentindo, dependendo de como você irá construir, o seu telhado pode vir abaixo. Podemos construir vários tipos de base desde a mais simples até a mais complexa, cabe a você decidir a forma que deseja jogar. Um detalhe importante que devemos ter em mente, é em relação ao conforto dessa base, afinal ela vai influenciar no seu progresso no game, uma base mais simples vai ser útil até um certo momento do jogo, uma base mais trabalhada facilitará o processo de desenvolvimento do seu personagem, fazendo assim progredir melhor no jogo.

O "farme" pode ser chato para alguns players, porém em Valheim podemos trabalhar em cooperativo com outros jogadores, dessa forma o "farme" de recurso dentro do game fica mais tranquilo e a progressão para ambos é mais rápida, tornando assim um game super recomendado para se jogar com várias pessoas. Porém não vivemos somente de farme, com um personagem bem forte podemos explorar mais áreas, inclusive podemos criar barcos, onde dessa forma a nossa exploração fica mais ampla, mas cuidado, criaturas vivem nos mares também, recomendo ter uma embarcação bem forte.

VISUAL

A interface no menu inicial é simples e bem direta ao ponto, quando entramos de fato no jogo a parte gráfica apresentada pela Iron Gate, pode deixar alguns jogadores com o pé atrás, porém graficamente falando o jogo está bem trabalhado para sua proposta. O jogo não é um exemplo de gráficos lindos e bem-feitos como jogos grandes, mas também não deixa a desejar nessa questão, com uma pegada mais retrô, porém não é nada que atrapalhe a sua jornada no game.

Já a ambientação encontramos biomas de neve e florestas cheias de árvores onde podemos extrair madeira, material essência para construção.

Uma das vantagens que o jogo possui é os efeitos de iluminação, o que pode compensar a falta de boas texturas. Existem múltiplos efeitos de iluminação e reflexo que podem finalmente criar um bom ambiente, complementado por uma boa música de fundo.

AUDIO

A trilha sonora do jogo é bem calma, o que ajuda muita na hora da exploração, porém nos encontros com os chefes a música fica mais tensa e frenética, ditando assim o ritmo da batalha. Em jogos de exploração, como exemplo o Minecraft, a sua trilha também é bem calma, acredito que seja um bordão de jogos sandbox, afinal você quer explorar tudo com calma e paciência, o que justifica essa trilha lenta apresentada em Valheim.

VEREDITO

7.5. A Iron Gate AB teve o desafio de entregar um jogo sandbox diferente dentro desse mercado de gigantes, um deles é notável e jogado até hoje, o Minecraft. Muitos games no "early access" (acesso antecipado) nascem sem corpo e se tornarão vivos e evoluirão com o tempo, tornando-se assim "completos". Valheim em si é completo, porque já tem sua própria identidade.

Mas nem tudo são flores, o jogo apresenta alguns bugs durante a gameplay, mas nada que atrapalhe a sua aventura, um combate engessado podendo dificultar as batalhas com os chefes e seu gráfico que deixa a desejar um pouco. Fora isso o seu "coop" é bem divertido e diferenciado. Então se você gosta de um sandbox com alguns desafios, esse game é para você! Recomendo que vá preparado porque ele não vai pegar na sua mão e te guiar durante toda a gameplay, isso é com você!